segunda-feira, 11 de junho de 2012

Dia dos namorados

Olá amigas, tudo bem?


E ai? Segunda-feira brava (depois de feriadão) e o Santo Antônio vai trabalhar ou não? kkkkk                
   


O santo casamenteiro eu não sei, mas eu vou trabalhar no Dia dos Namorados inteiro pra ganhar o pão de cada dia! E, na véspera muita gente já começa a pensar no assunto e planejar o dia de amanhã....


É muito gostoso curtir um dia inteirinho de romantismo, mas, caiu em plena terça-feira e os meus compromissos profissionais não podem esperar.


Também preferi não postar dicas de compras de presentes e tal pra esta data aqui no blog porque acho que tudo está muito "comercial" neste mundo ( olha o capitalismo )... é um dia de faturamento alto pro comércio e para os motéis... kkk


O casalzinho de namorados mais fofo do momento: Inácio e Rosário!


Bem, após breve reflexão e leitura de um texto no blog 
http://abcdaobesidade.com.br preferi compartilhar algumas palavras com minhas amigas que estão "solteiras" e que estão lendo nosso bloguito nesta data:


Acho interessante como no ano temos 365 dias para pensarmos na nossa condição amorosa, mas parece que concentramos toda nossa angustia e insatisfação em um dia. Fico com a impressão que num determinado dia os solteiros e as solteiras acordam e se “dão conta” da sua solidão, bem no Dia dos Namorados.



Engraçadas  as diversas reações à esse dia. Tem namorado que termina só pra passar esse dia solteiro. Talvez para isentar-se do presente e de um compromisso mais sério. Outros solteiros iniciam um relacionamento sem vínculo afetivo e consciente da efemeridade só para não passarem esse dia só.  Amigas que se juntam para assistirem à um filme na casa de uma delas para não se sentirem sozinhas e pessoas que se trancam em casa porque não querem "sentir" o clima desse dia.

Assistindo esses comportamentos refleti sobre a instantaneidade das informações, a acirrada competitividade em um mundo globalizado, no qual cada vez mais se valoriza o ter em detrimento do ser, leva ao encaixotamento de padrões, a comportamentos não refletidos, conduzidos pela mente coletiva e não pelo “sentir”. Assim, as pessoas não seguem os próprios valores que acreditam, mas os que julgam ser aceitos, desejados e esperados pela sociedade que ignora a emoção peculiar do individuo.



Nessa corrida as cegas as pessoas se omitem dos seus sonhos e idéias, desconhecem os significados originários da comemoração e se escravizam no consumismo do ter: ter um namorado, ter que dar e receber um presente, ter que comemorar essa e tantas outras datas, ter que amar e ser amado. Ah... se soubessem que esse dia foi criado “em nome do amor” para se defenderem do ataque inimigo, seja ele o lobo feroz, a família em declínio ou a queda das vendas do comércio, talvez fossem livres para buscarem seus pares sem pressa, sem data nem idade e se unirem apenas quando amarem e se sentirem amados.

Texto adaptado do blog: http://abcdaobesidade.com.br


Imagens: TV Globo/Divulgação

Música da Rosário... chá lá lá lá... pra quem quiser curtir seu romantismo neste dia?







5 comentários:

Núbia Oliveira disse...

Wan, quero nem saber desse dia, naum tenho namorado kkkkkkkkkkk, mas já marquei um jantar com todas as minhas amigas solteiras e vamos nos divertir muito. bjs

Anônimo disse...

Nossa, o texto é otimo!

beijo!!!!


Eliane

Gabi Soares disse...

Dia dos namorados tem que ser todos os dias, né? Amei o post!

Está rolando sorteio de um kit de make LUXO no blog, não deixe de participar!
Beeeijo!

www.blogmundoparalelo.com

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis achat
http://prezzocialisgenericoit.net/ vendita cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ comprar cialis

Anônimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra acheter
http://prezzoviagraitalia.net/ acquisto viagra
http://precioviagraespana.net/ generico viagra