terça-feira, 19 de julho de 2011

Secador de cabelos

Olá amigas, tudo bem?

Meu secador de cabelos estragou! Ohhhhhhh!

Trata-se de um Taiff Turbo bem velhinho mas que "quebra o galho" da professora que vos escreve. Perguntei pra várias colegas se sabiam onde consertava secador de cabelos em Beagá City e, fui aconselhada por MUITAS a jogar o pobre coitado fora e adquirir um NOVO.



É sobre isso que eu quero falar hoje...na sociedade do "consumo" não vale a pena consertar quase nada, tudo vai pro lixo e é substituido.

Quando eu era mais novinha eu lembro de lojas de conserto de eletrodomésticos e eletroeletrônicos em BH, nos bairros e até no centro da cidade. Agora não existe mais, acabou...

Jogar fora ou trocar um bem de consumo não é, decididamente, o melhor negócio para o ambiente. O descarte desenfreado desses produtos tem provocado problemas ambientais sérios, principalmente por aqueles aparelhos que contêm material de difícil decomposição na natureza, como o plástico, o metal e o vidro. E a situação piora muito quando os aparelhos contêm em sua composição, materiais pesados, altamente prejudiciais à saúde do homem e do ambiente, como pilhas, baterias e produtos magnetizados, que, ao serem descartados inadequadamente, liberam substâncias tóxicas que penetram no solo, contaminam os lençóis freáticos e, conseqüentemente, aos seres humanos.



Se pararmos para refletir na quantidade absurda de cerca de mais de 50 milhões de toneladas de lixo deste tipo que é descartada incorretamente, repensaríamos nossos hábitos de consumo e , quem sabe, passaríamos a ter atitudes mais responsáveis em relação ao uso de nossos aparelhos. Consertar equipamentos eletrônicos ou eletrodomésticos pode ser mais vantajoso economicamente, além de ser ecologicamente mais adequado. Em muitos casos, o custo do conserto de um eletroeletrônico não ultrapassa 40% do valor de um bem novo.

Tentando ser uma consumidora cosnciente sai à procura de Assistência Técnica e o pessoal de uma loja de cosméticos me indicou um lugar de fácil acesso. paguei pelo conserto do secador R$ 38,00, enquanto um novo não sairia por menos de R$ 100.

Não acham que vale a pena?

Quem mora em BH e quiser o endereço é só me enviar um e-mail!

Beijo!

7 comentários:

NANDA FERREIRA disse...

DECISAO CONCIENTE! PARABENS PELA ATITUDE BJKAS

Amandinha♥ disse...

ahhh eu sepre faço isso também...
Nada de gastar atoa, não.
Levo pro conserto o secador, a chapinha, já levei liquidificador, ferro de passar... fica muito mais barato.

Tá certíssima em insentivar!

beijosi

Núbia Oliveira disse...

Amiga, adoro tudo o que ajuda na sustentabilidade do planeta. òtima idéia. bjs

Dea disse...

Super consciente e ainda economizou rs
beijos

Renata Cotta disse...

Huahauhauahuha! Também uso um secador da marca e adoro!! Huahuahauahuha! Não vivo sem, na verdade!! Meu vício!! Huhauhauahuahauha! Beijão!! Rê!!

Viviane Nascimento - Consultora Plus Size disse...

Só vc mesma Wan.
Isso ai garota!!!
Bjs.

Wan disse...

É isso ai meninas... vamos salvar o planeta com pequenas atitudes!

Beijooo