segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Ensinar e aprender!



Com o final do mês de janeiro acabam as tão sonhadas e planejadas férias também. Os dias tranquilos, sem horários e sem stress acabaram!

É tão bom fazer coisas simples como acordar sem o barulho estridente do despertador, almoçar em casa com a família, brincar com o cachorro a qualquer hora do dia, ir ao cinema em plena segunda-feira à tarde...ahhhh, já estou com saudades!

Mas voltar ao trabalho também é bom e, principalmente, necessário!
Hoje bem cedinho estou novamente a correr sorridente quando toca o sinal...
tudo novo na escola... a mudança de sala e os novos estudantes, novos colegas de trabalho, novos horários! Vai ser bom abraçar os amigos da escola, trocar impressões sobre as férias, contar aventuras e todas as novidades.

E, em meio a muito lápis de cor e canetinhas com gliter minha vida fica mais colorida e repleta de afeto na escola. Por isso vou parar com o chororô e arregaçar as mangas... afinal, começa um ano letivo de muitos desafios.

Muitas aventuras na arte de ensinar e aprender com amor... cada dia uma nova lição.

Que Deus continue ao meu lado este ano, me dando sabedoria e discernimento para enfrentar os desafios do dia-a-dia.

Pra celebrar a volta ao trabalho abaixo a Oração do Professor:

Oração do Professor

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,

Dai-me esta graça que vem do amor.

Mas, antes do ensinar, Senhor,

Dai-me o dom de aprender.

Aprender a ensinar

Aprender o amor de ensinar.

Que o meu ensinar seja simples, humano e alegre, como o amor.

De aprender sempre.

Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.

Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe

Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.

Que meus conhecimentos não produzam orgulho,

Mas cresçam e se abasteçam da humildade.

Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,

Mas animem as faces de quem procura a luz.

Que a minha voz nunca assuste,

Mas seja a pregação da esperança.

Que eu aprenda que quem não me entende

Precisa ainda mais de mim,

E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.

Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,

Para que eu possa trazer o novo, a esperança,

E não ser um perpetuador das desilusões.

Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender

Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

Antonio Pedro Schlindwein

Um comentário:

Núbia Oliveira disse...

Mas esse blog está cada vez melhor, parabéns Wan!!!! que Deus te abençõe nesse retorno às aulas e te dê muitas alegrias através da vida de seus alunos.

beijos.